Banner

junho 12, 2018

A Formação do Antigo e do Novo Testamento




Existem inúmeras ocorrências registradas no Antigo Testamento que relatam a produção das primeiras coleções de escritos formais.


1 - As primeiras coleções de escritos.


As leis de Moisés foram armazenadas na arca do tabernáculo. Vamos ler o relato bíblico em Deuteronômio 31.9.

Esta lei, escreveu-a Moisés e a deu aos sacerdotes, filhos de Levi, que levavam a arca da Aliança do Senhor, e a todos os anciãos de Israel.


As leis também foram encontradas no templo. Vamos ler o relato bíblico em 2 Reis 22.8


Então, disse o sumo sacerdote Hilquias ao escrivão Safã. Achei o Livro da lei na Casa do Senhor. Hilquias entregou o livro a Safã, e este o leu.


As leis foram escritas com o propósito de sempre serem lidas pelo povo. Vamos ler o relato bíblico em Josué 24.25-26.


25 Assim, naquele dia, fez Josué aliança com o povo e lha pôs por estatuto e direito em Siquém.
26 Josué escreveu estas palavras no Livro da Lei de Deus; tomou uma grande pedra e a erigiu ali debaixo do carvalho que estava em lugar santo do Senhor.


Samuel também falou ao povo sobre a lei do reino, ele a escreveu em um livro e colocou diante do Senhor. Vamos ler o relato bíblico em 1 Samuel 10.25.


Declarou Samuel ao povo o direito do reino, escreveu-o num livro e o pôs perante o Senhor. Então, despediu todo o povo, cada um para a sua casa.


O redescobrimento de parte da lei escrita em um livro produziu um reavivamento no reino de Josias. Após a leitura da lei, o povo se arrependeu. Vamos ler o relato bíblico em 2 Reis 22.13.


Ide e consultai o Senhor por mim, pelo povo e por todo o Judá, acerca das palavras deste livro que se achou; porque grande é o furor do Senhor que se acendeu contra nós, porquanto nossos pais não deram ouvidos às palavras deste livro, para fazerem segundo tudo quanto de nós está escrito.


Quando Esdras reuniu todo o povo em Jerusalém, leu para eles a lei de Moisés. Vamos ler o relato bíblico em Esdras 8.1.


Em chagando o sétimo mês, e estando os filhos de Israel nas suas cidades, todo o povo se ajuntou como um só homem, na praça, diante da Porta das Águas; e disseram a Esdras, o escriba, que trouxesse o Livro da Lei de Moisés, que o Senhor tinha prescrito a Israel.


2 - Reunindo as primeiras coleções de livros.


Alguns dos livros do Antigo Testamento foram imediatamente reconhecidos como autoritativos. Moisés, após escrever um livro, guardava-o dentro da arca da aliança. Vamos ler o relato bíblico em Deuteronômio 31.24-26.


24 Tendo Moisés acabado de escrever, integralmente, as palavras desta lei num livro,

25 deu ordem aos levitas que levavam a arca da Aliança do Senhor, dizendo:

26 Tomai este Livro da lei e ponde-o ao lado da arca da Aliança do Senhor, vosso Deus, para que ali esteja por testemunha contra ti.


Após á construção do templo, os escritos sagrados eram guardados nesse local. Vamos ler o relato bíblico em 2 Reis 22.8


Então, disse o sumo sacerdote Hilquias ao escrivão Safã: Achei o Livro da Lei na Casa do Senhor. Hilquias entregou o livro a Safã, e este o leu.


Deus ordenou que os reis escrevessem para si uma cópia da lei. Vamos ler o relato Bíblico em Deuteronômio 17.19.


E o terá consigo e nele lerá todos os dias da sua vida, para que aprenda a temer o Senhor, seu Deus, a fim de guardar todas as palavras desta lei e estes estatutos, para os cumprir.


Assim como os profetas proferiram ou profetizaram a palavra de Deus, dizendo Assim diz o Senhor, eles também reconheciam que sua mensagem tinha que ser registrada para as gerações futuras. Vamos ler o relato bíblico em Zacarias 4.6


Prosseguiu ele e me disse: Está é a palavra do Senhor a Zorobabel: Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos.



3 - Os critérios para a aceitação dos livros do Antigo Testamento.



Critério 1

O livro está de acordo com a Torá. Qualquer livro que não estivesse de acordo com os primeiros cinco livros do Antigo Testamento não poderia ser considerado para a inclusão no cânon do Antigo Testamento.
 
 
Critério 2

A autoridade divina do Livro. Apenas os livros que se acreditavam terem sido inspirados por Deus eram aceitos. Isso não significa que os judeus deram aos livros essa autoridade. Em vez disso, eles reconheceram a autoridade natural contida nesses livros.
 
 
Em se referindo aos livros do Antigo Testamento, a nação de Israel reconhecia um livro como autoritativo porque era inspirado por Deus.

 
Em se referindo aos livros do Novo Testamento, a igreja cristã reconhecia um livro como apropriado para inclusão como novo livro das Escrituras porque esse livro era divinamente inspirado.
 
 
4 - Os autores dos Livros


O autor é a pessoa a quem Deus revelou a sua palavra. As palavras eram escritas por eles ou por um escriba. Por exemplo, Baruque, o escriba de Jeremias, escreveu a maioria das suas profecias. Vamos ler o relato bíblico em Jeremias 51.64.


e dirás: Assim será afundada a Babilônia e não se levantará, por causa do mal que eu hei de trazer sobre ela; e os seus moradores sucumbirão. Até aqui as palavras de Jeremias.


Moisés era um porta voz de Deus. Vamos ler o relato bíblico em Deuteronômio 5.1


Chamou Moisés a todo o Israel e disse-lhes: Ouvi, ó Israel, os estatutos e juízos que hoje vos falo aos ouvidos, para que os aprendais e cuideis em os cumprirdes.


Os profetas do Antigo Testamento afirmavam repetidamente que o Senhor lhe havia enviado a palavra. Vamos ler o relato bíblico em 1 Reis 17.2


Veio-lhe a palavra do Senhor, dizendo:


5 - O Canon do Novo Testamento.


Os critérios para a aceitação dos livros do Novo Testamento


Critério 1
 
Autenticação ou Autoridade Apostólica. Para ser incluído no Novo Testamento, os livros tinham que ser escritos pelos próprios apóstolos, ou por aqueles que estavam intimamente associados aos apóstolos. Vamos ler o relato bíblico em Romanos 1.1


Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para ser apóstolo, separado para o evangelho de Deus.


Vamos ler o relato bíblico de Tiago 1.1


Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, ás doze tribos que se encontram na Dispersão, saudações.


Vamos ler o relato bíblico de 1 Pedro 1.1


Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, aos eleitos que são forasteiros da Dispersão no Ponto, Galácia, Ásia e Bitínia


Vamos ler o relato bíblico em Apocalipse 1.1


Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as coisas que em breve devem acontecer e que ele, enviado por intermédio do seu anjo, notificou ao seu servo João.


Vamos ler o relato bíblico em Judas versículo 1


Judas, servo de Jesus Cristo e irmão de Tiago, aos chamados, amados em Deus Pai e guardados em Jesus Cristo.


Critério 2

Conteúdo centrado em Jesus Cristo. Os livros tinham que estar de acordo com o ensinamento cristão básico que incluía o ensinamento já conhecido dos outros apóstolos, além de ter de honrar a Jesus Cristo em seu ensinamento doutrinal. Vamos ler o relato bíblico em Marcos 1.1


Princípio do evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus.


Vamos ler o relato bíblico em Lucas 1.1-4


1 Visto que muitos houve que empreenderam uma narração coordenada dos fatos que entre nós se realizaram,
2 conforme nos transmitiram os que desde o princípio foram deles testemunhas oculares e ministros da palavra,
3 igualmente a mim me pareceu bem, depois de acurada investigação de tudo desde sua origem, dar-te por escrito, excelentíssimo Teófilo, uma exposição em ordem,
4 para que tenhas plena certeza das verdades em que foste instruído.


Vamos ler o relato bíblico em Atos 1.1


Escrevi, o primeiro livro, ó Teófilo, relatando todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar.


Vamos ler o relato bíblico em João 21.25


Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez. Se todas elas fossem relatadas uma por uma, creio eu que nem no mundo inteiro caberiam os livros que seriam escritos.



Critério 3

Aceito pela igreja cristã. Os livros somente eram incluídos se fossem aceitos e usados pela igreja cristã. Vamos ler o relato bíblico em 2 Pedro 3.15-18


15 e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como igualmente o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada,
16 ao falar acerca destes assuntos, como de fato, costuma fazer em todas as suas epístolas, nas quais há certas coisas difíceis de entender, que os ignorantes e instáveis deturpam, como deturpam as demais Escrituras, para a própria destruição deles.
17 Vós, pois, amados, prevenidos como estais de antemão, acautelai-vos, não suceda que, arrastados pelo erro desses insubordinados, decaias da vossa própria firmeza;
18 antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno.



6 - O evangelho de Tomé


Nos dias atuais, não temos o evangelho de Tomé no Novo Testamento. Esse evangelho foi excluído do cânon do Novo Testamento através de 3 critérios.
 
 
Critério 1
 
Esse evangelho falhou no teste da autoridade apostólica. Esse evangelho não escrito pelo apóstolo Tomé apesar de seu nome, e provavelmente, não foi escrito até o ano 140 d.C.
 
 
Critério 2
 
Nenhum dos pais da igreja cristã, desde Clemente até Irineu, fez citações do evangelho de Tomé.
 
 
Critério 3
 
O evangelho de Tomé não está em total concordância com os ensinamentos cristãos aceitos. O evangelho de Tomé admite conter 114 "declarações secretas" de Jesus Cristo.
 
 
Entretanto, algumas dessas declarações são irrealistas ao extremo. Uma dessas declarações afirma que as mulheres não podem receber salvação a não ser que se tornem homens. Vamos ler o relato bíblico em Gálatas 1.6-8.


6 Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho,
7 o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo.
8 Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema.


Frase: Mesmo aqueles que se opõem a você podem se voltar para Jesus Cristo. Felipe Marques.





ARTIGOS ÚTEIS PARA VOCÊ!

- Existe diferença entre a Bíblia e um livro de auto ajuda?
- #5 conceitos sobre arqueologia Bíblica que você precisa saber
- Como a Bíblia foi escrita?
- Israel a terra prometida, suas planícies e estações
- Evidências dos manuscritos do novo testamento
- #6 coisas que aborrece muito a Deus, mas a sétima ele Abomina
- Minha luta
- O Cânon Das Escrituras
- Jerusalém reinada por Herodes o Grande
- Apreciando o evangelho
- A face de Deus
- A Bíblia e as Bibliotecas
- Você sabe o que é Adoração?






ATENÇÃO!


Você que está lendo este artigo agora, quero oferecer a você uma série sobre A VIDA DE JESUS com 12 artigos para você ler e compartilhar com seus amigos, família e todas as pessoas que você conhece e que ainda não conhece Jesus e nem O aceitou como seu único e suficiente Salvador. Ficou interessado (a)? Clique nas opções abaixo do banner e leia todos os artigos de graça.


 



Hey,
 

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários. E aproveite também para nos seguir nas redes sociais como: Facebook | Instagram | Google + | YouTube | Assinar Feed
 
 
Foto: Pixabay
Tradução Bíblica: (ARA) Almeida Revista Atualizada Editora Sociedade Bíblica do Brasil.
Fonte: Enciclopédia de Fatos da Bíblia Editora Hagnos e  Apostila de Palestras Bíblicas Felipe Marques.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós, aqui não aceitamos ofensas, preconceito, palavras de ódio e intolerância. Todos os comentários deverão ter nome identificado. Obrigado Por Comentar!.

Copyright © No Teu Altar - 2018. Todos os direitos reservados. Reprodução do conteúdo somente com autorização por escrito. Web Design: Garota Criativa. Inicio NTA