Banner

junho 08, 2018

A Bíblia e as Bibliotecas




O segredo do antigo idioma babilônico foi descoberto em um tempo hábil para a interpretação dos grandes tesouros da literatura babilônica antiga descoberta na época.

 
Em 1842, Paul-Émile Botta começou uma escavação nas colinas de Mossul, que tanto haviam despertado a curiosidade de Rich, e nos dez anos seguintes descobriu o palácio de Sargão, em Khorsabad.

Sir Austen Henry Layard, um inglês popularmente conhecido como "pai da assiriologia",  descobriu, entre 1845 e 1851, em Nínive e em Calá, ruínas dos palácios de cinco reis assírios citados na Bíblia, e também uma grande biblioteca de Assurbanipal, que, continha aproximadamente 100 mil volumes.

 
Através dessas descobertas chegou-se a conclusão de que, ao contrário do que antes se compreendia, o antigo Oriente Médio tinha um alto grau de alfabetização.
 
 
Haviam sido construídas grandes bibliotecas, que podiam conter arquivos reais, dicionários e outras obras de referência, e também livros sobre direito, religião, ciência e literatura.

 
Uma grande coletânea de tabuinhas que foi descoberta é a biblioteca de Sargão 772-705 a.C, que consiste aproximadamente em 25 mil tabuinhas, além da biblioteca de Assurbanipal, com aproximadamente 20 mil tabuinhas. Essas duas bibliotecas estão atualmente no Museu Britânico.

 
Outras descobertas de importância foram realizadas em Nuzi com aproximadamente 20 mil tabuinhas do segundo milênio a.C., em Nipur, a aproximadamente 80 Km a sudoeste da Babilônia foram descobertas aproximadamente 50 mil tabuinhas dos séculos IV e V a.C., e também em outros arredores.

 
Provavelmente a maior biblioteca de toda a antiguidade tenha sido a de Alexandria, no Egito. Alexandria e sua biblioteca foram fundadas por Alexandre, o Grande, aproximadamente em 300 a.C.

 
Essa biblioteca colecionava livros que tratavam de todas as áreas do saber. Essa biblioteca se tornou um repositório de todo o conhecimento do mundo antigo.

 
Os livros dessa biblioteca não eram em tabuinhas de barro, mas em rolos de papiro ou de pergaminho. A tradução grega do Antigo Testamento conhecida como Septuaginta, foi produzida em Alexandria aproximadamente no século III a.C., e provavelmente nessa mesma biblioteca.

 
Infelizmente, essa maravilhosa coleção de livros foi destruída quando os árabes, comandados pelo califa Omar, conquistaram o Egito em 642.

 
Segundo uma lenda do antigo Oriente Médio, o raciocínio de Omar para queima da biblioteca foi essa: se os livros concordavam com o Alcorão, eram livros superficiais, se os livros discordavam do Alcorão, eram livros iníquos.

 
Provavelmente, é possível que, após três séculos de controle cristão em Alexandria, não tenha sobrado muito da coleção dessa biblioteca, se considerarmos o antagonismo contra a erudição pagã nos primeiros séculos da igreja.

 
Os mosteiros também eram locais onde os livros eram colecionados e conservados. Vários manuscritos da Bíblia e de outros escritos foram copiados nos mosteiros durante a Idade Média.

 
Dificilmente poderemos saber quantos manuscritos de valor incalculável foram perdidos ou destruídos no decurso dos anos mesmo nos mosteiros.

 
Um dos dois manuscritos mais antigos, valiosos e completos da Bíblia foi encontrado por acaso no Mosteiro de Santa Catarina, próximo do monte Sinai deram o nome para esse manuscrito de Códice Sinaítico.

 
Esse manuscrito estava aguardando, juntamente com outros manuscritos, para ser usado como combustível em uma lareira.
 
 
Frase: Quando não entendemos a verdade e porque não estamos buscando a verdade, mas apenas querendo manter as convicções religiosas. Felipe Marques.
 



ARTIGOS ÚTEIS PARA VOCÊ!

- A Bíblia é a Palavra de Deus?
- Porque não consigo entender a Bíblia?
- 5 maneiras para entender a Biblia
- A Bíblia, a teoria da evolução e a ciência
- O que é a Bíblia?
- Como a Bíblia foi escrita?
- #5 Passos para dominar o Ego e deixar de ser Egocêntrico
- Apreciando o evangelho
- Apologética e a sua defesa
- Prosperando na crise
- 10 perguntas difíceis que Deus responde para você hoje
- Deus de contratos?



ATENÇÃO!


Você que está lendo este artigo agora, quero oferecer a você uma série sobre A VIDA DE JESUS com 12 artigos para você ler e compartilhar com seus amigos, família e todas as pessoas que você conhece e que ainda não conhece Jesus e nem O aceitou como seu único e suficiente Salvador. Ficou interessado (a)? Clique nas opções abaixo do banner e leia todos os artigos de graça.






Hey,
 

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários. E aproveite também para nos seguir nas redes sociais como: Facebook | Instagram | Google + | YouTube | Assinar Feed
 
 
Foto: Pixabay
Fonte: Manual Bíblico de Halley Editora Vida..
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós, aqui não aceitamos ofensas, preconceito, palavras de ódio e intolerância. Todos os comentários deverão ter nome identificado. Obrigado Por Comentar!.

Copyright © No Teu Altar - 2018. Todos os direitos reservados. Reprodução do conteúdo somente com autorização por escrito. Web Design: Garota Criativa. Inicio NTA