Banner

março 28, 2018

Como definir apologética?




Como definir algo? Como a sociedade define algo? Como eu defino algo? São perguntas que alguém, ou a sociedade e até você mesmo se faz. O que se deve levar em consideração sobre o que é definir? A partir disso podemos perguntar o que é apologética?


Para entender sobre apologética e para definir apologética, devemos levar em consideração a opinião de uma pessoa que escreveu algo sobre definir, essa pessoa é o Teólogo Agostinho de Hipona 354-430 que se destacou como um teólogo que gostava da área de interpretação bíblica, era também um pregador expositivo da graça de Deus.

Uma da contribuição de Agostinho de Hipona para o desenvolvimento da teologia foram suas reflexões sobre a Trindade. A doutrina da Trindade sempre deixa as pessoas perplexas. O próprio Agostinho de Hipona tinha dificuldade de definição pessoal em relação ao argumento de três pessoas um Deus.


Agostinho de Hipona lamentava o porquê os cristãos usavam o termo pessoa nesse caso de definição sobre a Trindade. Ou seja, o termo pessoa não ajudava na definição sobre Trindade. Era evidente que deveria haver uma palavra melhor do que pessoa para definir a Trindade.


Agostinho de Hipona chegou á uma conclusão de que provavelmente não existiria uma palavra melhor do que a palavra pessoa para explicar a Trindade, para a igreja restava apenas continuar o uso do termo pessoa para o sentido de definição e explicação da Trindade.


É exatamente assim que eu, Felipe e a maioria dos meus colegas Teólogos em relação ao uso do termo apologético. Apologética na maioria das vezes não parece ser a melhor palavra ou definição. Embora os autores inspirados da Bíblia e os teólogos tenham buscado palavras alternativas e definições ao decorrer dos séculos, nunca surgiu uma palavra ou definição que se consolidasse.


Somente nos resta continuar usando o termo Apologético, já que não é possível trocar essa palavra ou definição, então nos resta compreender com clareza o significado da palavra Apologética. Para termos uma compreensão do significado do termo definido como Apologética devemos ter em consideração o sentido desse termo: Apologética é uma palavra de origem grega que provem do termo grego que significa Apologia.


O termo Apologia em grego se refere a uma defesa seria para você entender melhor como se um advogado tivesse uma argumentação que prova a inocência de um acusado no tribunal, mas também se refere a uma demonstração de que um argumento é correto.


Para entendermos melhor essa expressão sobre a palavra grega Apologia, vamos ler 1 Pedro 3.15-16 essa declaração do Apostolo Pedro pode e deve ser levada em consideração como uma declaração Bíblica da importância da Apologética. Leia abaixo 1 Pedro 3.15-16


15 Antes, santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós,
16 fazendo-o, todavia com mansidão e temor, com boa consciência, de modo que, naquilo que falam contra vós outros, fiquem envergonhados os que difamam o vosso bom procedimento em Cristo.


O termo estando sempre preparados para responder significa oferecer uma Apologia. O termo a todo aquele que vos pedir razão se refere a palavra grega Logos.


1º -  Estudo de Caso da Palavra Logos: Pode ser a definição de Platão que se refere à ideia universal e absoluta.


2º - Estudo de Caso da Palavra Logos: Pode ser a definição de Filo que se refere à palavra grega Logos com a sabedoria de Deus.


3º - Estudo de Caso da Palavra Logos: Pode ser a definição do Apóstolo João que se refere a palavra grega Logos sendo uma pessoa que comunica a realidade e a verdade de Deus para as pessoas através da sua encarnação e seu sacrifício na cruz.


1 - Premissa - Todas as alternativas podem ser adotadas com entendimento completo.

2 - Premissa - Apenas algumas premissas podem ser adotadas com entendimento completo.




https://docs.google.com/uc?export=download&id=0ByaPG-TH-EliMzREc05pRWVVRGc
Clique na imagem para obter o material gratuitamente!



Conclusão
 
 
1 - A palavra grega Logos servia como termo de entendimento entre a cultura grega e a cultura judaica.

2 - O termo grego Logos seria nesse entendimento a perfeita expressão de Deus.

3 - A revelação de Deus no Antigo Testamento era perfeita, porém incompleta.

4 - A revelação de Deus no Novo Testamento é perfeita e completa.
 
 
A Carta do Apóstolo Pedro se refere a um texto importante e que deve ser lido a partir do seu contexto. A primeira Carta do Apóstolo Pedro foi escrita para os cristãos do Império Romano que era conhecida na época da sua escrita como Ásia Menor, hoje a Ásia Menor se refere a atual Turquia.


Nessa Carta, o Apóstolo Pedro escreve tranquilizando os cristãos e os conforta diante da ameaça de perseguição. O Apóstolo Pedro motiva os cristãos a interagir com aqueles que os criticam e com que os questiona por se cristão, e também explicar para essas pessoas a base, mas também o conteúdo de sua fé, através de atitudes de mansidão, temor e respeito.


O Apóstolo Pedro sabia que o pensamento cristão estava sendo mal entendidas e deturpadas e convocava os seus leitores cristãos para corrigirem esses erros, mas que fizessem essas correções com atitudes de mansidão e consideração.


Para o Apóstolo Pedro, a definição de Apologética, se refere em defender a fé cristã com atitudes de mansidão e respeito. Ou seja, o objetivo da Apologética não e de humilhar os que se encontram fora da igreja, pelo contrario, a definição de Apologética para o Apóstolo Pedro é de ajudar e orientar para a realidade, a confiabilidade e a relevância da fé cristã.


Nunca deve ter uma incompatibilidade ou contradição entre a mensagem proclamada e o tom de voz do mensageiro. Devemos ser Apologetas com atitudes de simpatia, generosidade e paciência. Devemos ter a certeza de que o evangelho somente deve trazer dificuldade devido a sua natureza e seu conteúdo intrínseco, e nunca pela maneira que o evangelho é anunciado.


Uma situação é o evangelho ser motivo de ofensa, outra situação diferente é os defensores do evangelho serem motivo de ofensa através de suas palavras insensatas a serem pronunciadas ou escritas, outra situação e impor a sua atitude agressiva e desdenhosa em relação aos de fora, sejam eles da igreja ou da fé cristã.


Segundo o Teólogo Emil Brunner 1889-1966 ele afirma que o evangelho é motivo de escândalo para o homem moderno esse motivo era em razão de suas doutrinas, que desafiavam os mitos contemporâneos acerca da natureza humana e do destino como, por exemplo, a doutrina do pecado original.


Os cristãos primitivos  levaram a sério esse conselho de definir Apologética. O Novo Testamento relata diversas passagens importantes em especial no Livro dos Atos dos Apóstolos em que a fé cristã é explicada, enaltecida, e defendida perante diversos públicos. O Apóstolo Pedro afirma que Jesus Cristo é culminação da esperança de Israel. Leia abaixo Atos 2. 22-24.


22 Varões israelitas, atendei a estas palavras: Jesus, o Nazareno, varão aprovado por Deus diante de vós com milagres, prodígios e sinais, os quais o próprio Deus realizou por intermédio dele entre vós, como vós mesmos sabeis;
23 sendo este entregue pelo determinado desígnio e presciência de Deus, vós o matastes, crucificando-o por mãos de iníquos, 24 ao qual, porém, Deus ressuscitou, rompendo os grilhões da morte, porquanto não era possível fosse ele retirado por ela.


O Apóstolo Paulo afirma que Jesus Cristo e o ápice da busca das pessoas por sabedoria. Leia abaixo Atos 17.22-31.


22 Então, Paulo, levantando-se no meio do Aerópago, disse: Senhores atenienses! Em tudo vos vejo acentuadamente religiosos;
23 porque, passando e observando os objetos de vosso culto, encontrei também um altar no qual está escrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Pois esse que adorais sem conhecer é precisamente aquele que eu vos anuncio.
24 O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas.
25 Nem é servido por mãos humanas, como se de alguma coisa precisasse; pois ele mesmo é quem a todos dá vida, respiração e tudo mais;
26 de um só fez toda a raça humana para habitar sobre toda a face da terra, havendo fixado os tempos previamente estabelecidos e os limites da sua habitação,
27 para buscarem a Deus se, porventura, tateando, o possam achar, bem que não está longe de cada um de nós;
28 pois nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como alguns dos vossos poetas tem dito: Porque dele também somos geração.
29 Sendo, pois, geração de Deus, não devemos pensar que a divindade é semelhante ao ouro, á prata ou á pedra, trabalhados pela arte e imaginação do homem.
30 Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância, agora, porém, notifica aos homens que todos, em toda parte, se arrependam;
31 porquanto estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio de um varão que destinou e acreditou diante de todos, ressuscitando-o dentre os mortos.


Essa maneira de interação Apologética deve persistir na história da igreja. Os cristãos primitivos preocupavam-se em dialogar com o platonismo. Ou seja, como dialogar a verdade e o poder do evangelho para um público que raciocinava a partir dos pressupostos platônicos?


Para dialogar com essas pessoas, era preciso que o Apologeta identificasse as possibilidades e os desafios e através dessa identificação explorar as possibilidades e neutralizar os desafios. Entretanto, o platonismo, saiu de moda de diálogos no inicio da Idade Média.


A partir disso, Aristóteles, se tornou o filósofo preferido da maioria das faculdades ocidentais, do século 13 até inicio do século 16. Mas, através da Graça de Deus, os Apologetas cristãos se mostraram prontos para o desafio.


Eles apontavam e dialogavam a respeito das dificuldades suscitadas através do aristotelismo, fazendo citações sobre a crença na eternidade do mundo, e também demonstrando aberturas que o sistema do aristotelismo criava para desenvolver fé, crescer na fé e manter a fé.


Essa tarefa de definir Apologética continua no século 21, temos que enfrentar novos desafios e oportunidades nas duas principais áreas da sociedade do século 21 que é a área intelectual, e a área cultural.


Não devemos nos sentir oprimidos pelo desafio de definir Apologética no século 21, pelo contrario devemos estar motivados pelos desafios das mudanças culturais, e entender que esses desafios são oportunidades que a sociedade do século 21 nos oferece.


Pobre é aquele que pensa que ser feliz é preciso ter riqueza. Site Indiretas Brutas.



ARTIGOS ÚTEIS PARA VOCÊ!

- O que é apologética?
- Introdução a apologética
- Posso negociar com Deus?
- Deus de contratos?
- Intervalo entre os originais e as cópias da Bíblia
- A destruição de Jerusalém
- 7 Salmos para a sua vida diária
- #6 coisas que aborrece muito a Deus, mas a sétima ele Abomina




ATENÇÃO!

Você que está lendo este artigo agora, quero oferecer a você uma série sobre A VIDA DE JESUS com 12 artigos para você ler e compartilhar com seus amigos, família e todas as pessoas que você conhece e que ainda não conhece Jesus e nem O aceitou como seu único e suficiente Salvador. Ficou interessado (a)? Clique no banner abaixo e leia todos os artigos num só lugar de graça.



http://ntajesus.blogspot.com.br/2018/03/a-vida-de-jesus-seu-sepultamento-ressurreicao-ascensao.html

 

Hey,


O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários. E aproveite também para nos seguir nas redes sociais como: Facebook | Instagram | Google + | YouTube | Assinar Feed


Foto: Google
Fonte: Inspirado no Livro Apologética Pura e Simples Editora Vida Nova.
Tradução Bíblica: (ARA) Almeida Revista e Atualizada Editora Sociedade Bíblica do Brasil.
 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós, aqui não aceitamos ofensas, preconceito, palavras de ódio e intolerância. Todos os comentários deverão ter nome identificado. Obrigado Por Comentar!.

Copyright © No Teu Altar - 2018. Todos os direitos reservados. Reprodução do conteúdo somente com autorização por escrito. Web Design: Garota Criativa. Inicio NTA