Banner

fevereiro 21, 2018

Introdução a apologética





A apologética é praticamente um assunto proibido na maioria das igrejas evangélicas do Brasil. O porquê da proibição e da aceitação varia de Pastor, para Pastor. Independente da opinião do seu ou do meu Pastor, a apologética é importante para a igreja porque faz ela refletir sobre a sua fé de maneira correta e não distorcida.

A apologética que também é conhecida como teologia apologética tem como objetivo a área do pensamento cristão que estuda os temas fundamentais da fé cristã, e também procura estudar a sua transmissão de pensamento de maneira eficaz para as pessoas não cristãs.

 
Um Apologeta precisa ser uma pessoa engajadora, e que possa incentivar os cristãos a interagir com as ideias da cultura que esta ao seu redor de tal maneira que esse cristão não iria procurar se esquivar de um engajamento ou simplesmente fingir e não considerar a cultura que esta ao seu redor.

A apologética tem como seu objetivo principal converter cristãos em pensadores e pensadores em cristãos. A apologética tem mais significados do que muitos pensam dela ou dela ouvem falar. A apologética cativa a razão, a imaginação e os anseios mais profundos das pessoas sejam elas cristas ou não. A apologética também tem um objetivo triplo, abrir o coração, os olhos e a mente.



Primeiro objetivo - abertura espiritual e intelectual do coração


Hebreus 10.22 Aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura.



Segundo objetivo - abertura espiritual e intelectual dos olhos


Provérbios 12.15 O caminho do insensato aos seus próprios olhos parece reto, mas o sábio dá ouvidos aos conselhos.



Terceiro objetivo - abertura espiritual e intelectual da mente


Romanos 12.2 E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.


Escrevi para vocês algo simples e pratico, de como a apologética tem a capacidade de abrir o nosso entendimento espiritual e intelectual evidentemente se nos permitirmos ela fazer isso. Quero citar para vocês uma frase de um Apologeta chamado G.K. Chesterton (1874-1936). "Quem abre a mente, assim como quem abre a boca, quer encontrar algo sólido ao fecha-la".


A apologética tem em seus objetivos proclamar uma solidez espiritual e intelectual, trazer uma riqueza para o pensamento e uma profundidade espiritual no evangelho, e não no evangelho dos evangélicos que em sua maioria distorcem o evangelho para sua própria destruição e cobiça. Fazendo isso ocorrera uma possibilidade de interação com a cultura.


Nunca devemos entender que a apologética se refere a uma reação defensiva e até mesmo hostil aos não cristãos, mas sim entender que o conhecimento da apologética dará uma excelente oportunidade, para o cristão expor a fé crista, ou seja, no que acreditar como acreditar e benefícios em acreditar.
 

O cristão que estuda apologética tem como objetivo principal valorizar sua fé, explicar sua fé, e recomendar a sua fé; Sua fé em que? No que a Bíblia, diz e não sobre o que dizem sobre ela, nem o que afirmam o que ela não afirma.
 
 
São situações diferentes em abordagens apologéticas se você expuser conceitos errados com um leigo, conversando com leigo o que se esperar? Se expuser conceitos errados com um intelectual não cristãos um cristão leigo com um intelectual não cristão o que esperar? Se expuser conceitos certos de um cristão não leigos com um não cristão não leigo, o que esperar?


Essas são apenas algumas perguntas que você deve procurar responder a si mesmo, eu Felipe posso testemunhar do que eu já vi e ouvi  quando o assunto e evangelismo com toda humildade, temor e tremor diante de Deus.
 
 
Vários cristão da denominação que eu frequento desde criança, posso estar exagerando no termo, mas não consigo usar outra expressão sendo duramente massacrados tentando evangelizar um homem chamado José, meu amado tio que pra infelicidade deles já leu a Bíblia toda 3 vezes, ou seja ,argumentos vazios e não fundamentados na Bíblia não pode ser útil em apologética, já presenciei meu tio corrigindo vários pastores quando vem falar sobre Bíblia com ele, existem muitos “Josés” e como evangeliza-los? Quero lembrar também que meu tio não tem formação teológica, mas argumenta que e uma beleza quando o assunto e Bíblia. Já pensou se esses José frequentasse igrejas, o que seria deles ou delas as igrejas?.


A apologética também tem como objetivo demonstrar conhecimento intelectual, moral, imaginativo e relacional da fé cristã para que o cristão se sinta seguro e possa crescer em sua fé, mas principalmente a apologética tem como objetivo capacitar aqueles que se acham do lado de fora da fé cristã a ter uma consciência dos princípios irresistíveis do evangelho.


O excelente Apologeta nuca se filia ou toma partido de nenhuma escola Apologeta em particular. Até porque quem se filia e toma partido e candidato politico e não Apologeta. Ao invés de se limitar a uma escola de pensamento ou a uma abordagem específica, o excelente Apologeta se serve da riqueza acumulada de todas elas.


Este Apologeta que escreve esse artigo nunca defenderá uma escola de apologética, mas se serve do estudo e do pensamento dos grandes homens de Deus que serviram a Deus através da apologética. Sempre digo para as pessoas que eu sou um estudante do pensamento e isso frustra muitas pessoas, porque não tomo partido apenas analiso e exponho o meu pensamento e o pensamento daqueles da qual eu exponho, cabe a você leitor que me da a honra de ler esse artigo de analisar e ter as sua próprias conclusões.



O propósito do Apologeta é estimular e preparar o leitor ou ouvinte para que seja desenvolvido nele um raciocínio apologético, para investigar de maneira profunda os modos e situações pelos quais ele Apologeta poderá explicar o evangelho e lhe expor de maneira pratica, pura, e simples para a cultura de nosso tempo.


Vou citar o pensamento do Apologeta C.S. Lewis (1898-1963) ele que é o autor de As Crônicas de Nárnia. "Lewis escreveu As Crônicas de Nárnia com o objetivo de orientar as pessoas sejam elas cristãs ou não a respeito das objeções aos assuntos que se refere a fé e de que maneira o cristão e o não cristão encaram essas objeções".
 

O meu objetivo ao escrever sobre introdução a apologética é de despertar o interesse de você leitor de procurar saber mais, e não de se autolimitar até porque meu objetivo não e responder a suas perguntas sobre apologética, mas sim despertar em você o desejo perguntar, mas também o de responder.
 

Minha sincera vontade e que esse post possa despertar em você um real interesse sobre apologética e seus temas centrais e desafiadores, e que a igreja brasileira possa lidar com os temas apologéticos de uma maneira positiva em relação as perguntas que a nossa sociedade e cultura esta fazendo.


Agradeça a Deus por mais um dia de trabalho, o resultado do seu trabalho vem com o tempo. Felipe Marques




ARTIGOS ÚTEIS PARA VOCÊ!


Hey,


O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários. E aproveite também para nos seguir nas redes sociais como: Facebook | Instagram | Google + | YouTube | Assinar Feed


Foto: Pixabay
Fonte: Inspirado no livro Apologética Pura e Simples Editora Vida Nova.
Tradução Bíblica: (ARA) Almeida Revista e Atualizada Editora Sociedade Bíblica do Brasil.




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós, aqui não aceitamos ofensas, preconceito, palavras de ódio e intolerância. Todos os comentários deverão ter nome identificado. Obrigado Por Comentar!.

Copyright © No Teu Altar - 2018. Todos os direitos reservados. Reprodução do conteúdo somente com autorização por escrito. Web Design: Garota Criativa. Inicio NTA