fevereiro 04, 2017

Você é um adorador?


Foto: Google


Depois de quase um ano, pra ser mais exata 11 meses, estamos de volta com a TAG Louvor & Adoração, o motivo é que eu resolvi estudar sobre o assunto, e as pouquíssimas coisas que eu sabia eu já publiquei aqui, mas sabe, a fonte secou e eu vi a necessidade de me aprofundar mais em estudos, então eu fiquei doida gente e fui lá no centro de São Paulo na famosa Rua Conde de Sarzedas comprar meu material, se você não conhece vale a pena conhecer, eu quando vou lá eu piro com tanto material pra lá de bom pra comprar, eu sempre vou pra comprar um livro ou um cd e saio de lá com a sacola cheia.



Eu depois de um dia de compras nas lojas evangélicas


E com isso eu aprendi mais coisas sobre o assunto e vou trazer a vocês cada coisa que eu aprender.

Eu acho super importante quem canta, ministra o louvor a Deus, que ele saiba o que está fazendo, e fazer com maestria e excelência. Quantas vezes eu vi na igreja pessoas oferecendo o pior para Deus, e é claro que a presença de Deus não é real naquele momento, porque Ele não está sendo exaltado e adorado como se deve.

Na igreja tem vários tipos de músicos e cantores:

1) Cantores de casa cheia - só canta ou toca se a igreja estiver lotada
2) Cantores de congressos - só canta ou toca em grandes eventos
3) Cantor e Músicos de final de semana - Não se preocupa com ensaio 
4) Não se prepara para as apresentações - Ele acha que só o fato de saber tirar uma nota na voz ou no instrumento ele não precisa aprender mais nada
5) Relaxados - Não cuidam da voz e do seu instrumento
6) Sem compromissos - Aqueles que só chegam atrasados e nunca tem compromisso com nada
7) Estrelinha - que quer brilhar mais que os outros

Enfim... se eu ficar aqui essa lista é extensa de mais e meus dedos vão doer. Mas o foco de hoje é sobre um serviço aceitável a Deus - Adoração verdadeira. A adoração, ela vai muito além de cantar com técnicas e arranjos vocais e perfeitos ornamentos, a adoração é algo que entregamos a Deus através da nossa maneira de viver e de prestar culto. Muitos infelizmente acha que só o fato de estar na igreja todos os dias e montar acampamento por lá, se envolver em todos os eventos possíveis está adorando a Deus verdadeiramente - só que não. Adoração é reconhecimento da Glória e da Soberania de Deus, Adoração é mais que prostrar e chorar, é se render ao seus pés e exaltá-lo como Ele é e não em troca de favores.

A adoração não pode ser feita de qualquer forma, oferecer a Deus nossas ofertas de sacrifícios, nossos dons e talentos sem reconhecer que é Ele que nos capacita é vão diante de Deus. 

Temos o exemplo de Caim e Abel que tinham corações diferentes e motivações diferentes. O verdadeiro adorador não é só aquele que oferta, que oferece, mas aquele que o faz do jeitinho que Deus quer. Então não basta cantar, tocar, ministrar, dançar, gritar glórias o tempo todo, rodopiar, dar estrelinha, plantar bananeira na igreja se essa não é a adoração que Deus deseja de você. (Gênesis 4.4-5)

Se o ato de ofertar faz parte da adoração a Deus, o "controle" dos despojos também faz. "A vida do verdadeiro adorador é firmada no controle do Espírito e no comportamento seletivo quanto ao que deve ou não penetrar a sua mente - André Mira."

Vemos Jesus expandindo este conceito quando ensinou sobre deixar a oferta no altar, se reconciliar com o próximo e só depois apresentar sua oferta.

"Portanto, quando trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta." (Mateus 5:22-23)

Essa é a oferta, a adoração aceitável a Deus, basta meditar e colocar em prática essa instrução de Jesus.

É isso galera, espero que esse post tenham lhes trazido mais conhecimento e que a sua vida de cristão seja sempre um passo para a perfeição que Deus requer de nós, porque Ele é perfeito.

Um grande abraço e até a próxima se Deus quiser!... Fui.

 
Por: Regiane Marques


Nenhum comentário: